Suzana Pires

Suzana Pires

Suzana Pires é uma profissional multifacetada e traz na carreira as funções de atriz, autora e produtora. Começou na televisão em 1994, atuando no seriado “Confissões de Adolescente”. No ano seguinte, estreou nas telenovelas com a personagem Arusa Skaf de “Tocaia Grande”, obra adaptada de Jorge Amado exibida na extinta TV Manchete. Também atuou em diversas produções da TV Globo, dentre elas “Carga Pesada”, “A diarista”, “Sob Nova Direção”, “Toma lá, dá cá” e “Força Tarefa”.

Nas telenovelas, Suzana teve grande destaque com a divertida baiana “Ivonnete” de “Caras e Bocas” (2009), que fez muito sucesso com o bordão “Não me absorva”. Em 2011, interpretou as gêmeas Marcela e Joana na novela “Fina Estampa” e recebeu o prêmio Top of Business pelo trabalho. A atriz também teve papeis em “Gabriela” (2012), “Araguaia” (2010), dando vida à sensual viúva Janaína, “Malhação” (2008), “Paraíso Tropical” (2007), e “Flor do Caribe”, em 2013, na qual atuou e trabalhou como co-autora.

A longa e sólida trajetória no teatro inclui atuações em espetáculos desde 1993, e também o trabalho de produção e adaptação, com destaque para duas obras consagradas que fizeram parte de suas pesquisas em dramaturgia filosófica e foram levadas por ela para os palcos: “Assim falou Zaratustra”, de Frederich Nietzsche, e “O Banquete”, de Platão.

Suzana foi a única atriz brasileira convidada para participar do Sundance Directors Lab 2008 – programa de apoio a artistas independentes coordenado por Robert Redford. Em 2015, foi co-protagonista do longa “Casa Grande”, de Felipe Barbosa. Também atuou em filmes como “O Tempo e o Vento”, “Tropa de Elite”, “Loucas pra Casar”, “Polaróides Urbanas” e “Mulheres do Brasil”.

Seu último trabalho na TV como atriz foi a manicure Janete na novela “A Regra do Jogo”. Como autora, entregou à TV Globo a minissérie “Dama da Noite”  - uma parceria com Walther Negrão, ainda sem previsão de ir ao ar –  e está escrevendo o filme “De perto ela não é normal”, da Globo Filmes. Ela assinou a novela das seis da TV Globo “Sol Nascente” (2016), ao lado de Walther Negrão e Júlio Fischer. No teatro, esteve recentemente em turnê com a peça solo “De perto ela não é normal”.