Rafael Zulu

Rafael Zulu

 Clique para conferir as principais publicações sobre o ator

Sala de imprensa

Rafael Zulu estreou como ator nos palcos, quando participou da peça “Onde está você agora?” (2004), com direção de Regina Antonini. Foi em turnê pelo Brasil com “Eu sei que vou te amar” (2004), um musical com poesias de Vinícius de Moraes, que foi convidado para integrar o elenco da novela ‘Prova de Amor’ (2005), da Rede Record, com o personagem Bira.

Logo depois, através de Jorge Fernando e Walcyr Carrasco, Zulu conquistou o personagem Leonardo em “Sete Pecados” (2007). Desde então, participou de várias produções da TV Globo. Esteve nas séries “Casos e Acasos” (2008) e “Toma Lá Dá Cá” (2008). Em novelas, interpretou Caco em “Caras e Bocas” (2009), também de Walcyr Carrasco e Jorge Fernando, arrasou como Adriano, o jornalista de moda na novela “Ti Ti Ti” (2010) e viveu “Edvaldo” na novela das 21h, “Fina Estampa” (2011), do autor Aguinaldo Silva. Logo em seguida, voltou à Rede Record para viver Mauro Barreto na trama das 22h, “Balacobaco” (2012).

Em 2013, o ator fez parte do sucesso teatral “Pequeno Dicionário Amoroso”, de Sandra Werneck, ao lado de Eri Johnson e com direção de Jorge Fernando. No mesmo ano, atuou no longa “Na Estrada”, uma coprodução entre Alemanha e Brasil.

Depois disso, ele retornou à TV Globo para a novela “Em Família” (2014) com o personagem Théo. No mesmo ano, foi convidado para interpretar o sedutor Elder na série “O Sexo e as Negas” (2014) de Miguel Falabella e gravou como convidado “Os Suburbanos” (2015), do canal Multishow. Na novela ”Sol Nascente” (2016), de Walther Negrão, interpretou seu primeiro vilão, o João Amaro, braço direito da inescrupulosa D. Sinhá, vivida por Laura Cardoso.

Sempre estudando, lendo textos e peças teatrais, Zulu conseguiu administrar seu tempo para realizar um antigo sonho – a direção teatral. Em 2015, estreou o infantil “Os Aventureiros no Reino Congelado” espetáculo musical de grande sucesso entre as crianças. Além disso, esteve empenhado na produção de dois longas, “Homens de Negócios” e “Um Tira Sangue Bom”. Dois anos depois, dirigiu a peça sobre a vida do jornalista Lair Rennó, em turnê pelo Brasil.

Atualmente, o ator vive o personagem Cido na nova novela das 21h de Walcyr Carrasco, “O Outro Lado do Paraíso” (2017). Na trama, o rapaz é noivo de uma mulher, mas mantém um caso em segredo com Samuel, interpretado por Eriberto Leão, que também é casado com uma mulher.