José Fidalgo

José Fidalgo

Clique para conferir as principais publicações sobre o ator

 

Período de atendimento: novembro de 2017 até fevereiro de 2018

 

O ator português José Fidalgo começou sua carreira no teatro, aos 17 anos, com o espetáculo “Auto da Cananeia” (1997). A estreia na TV veio em 2001, na trama “O Olhar da Serpente”, em que deu vida a António Moreira Dias. De lá para cá, emendou um trabalho no outro na TV portuguesa: “Ana e os Sete” (2003), “Queridas Feras” (2003), “Maré Alta” (2004), “Ninguém Como Tu” (2005), “Tempo de Viver” (2006), “Fascínios” (2007), “Perfeito Coração” (2009) e “Laços de Sangue” (2010). O primeiro protagonista, Diogo, veio em 2011, na novela “Rosa Fogo”.

Em 2012, participou do remake português de “Dancin’ Days” com o personagem Hugo Figueiredo. Na versão brasileira, o personagem se chamava Hélio e foi defendido por Reginaldo Faria. Trabalhou também em “Mar Salgado” (2014), em que viveu o papel principal como Gonçalo Queiróz, e protagonizou “Amor Maior” (2016), na pele de Manuel Paiva.

Com 20 anos de estrada, José Fidalgo vive um novo desafio na carreira: estrear na TV brasileira. O ator português está na trama das sete “Deus Salve o Rei”, da TV Globo, interpretando o personagem Constantino. O vilão será cúmplice e par romântico de Catarina (Bruna Marquezine).

Além da carreira nos palcos e na telinha, Fidalgo atuou em produções no cinema: “O Fascínio” (2003), “Amália – O Filme” (2008), “Marginais” (2010), “O Milagre” (2011), “Njinga – Rainha de Angola ”(2013) e “Leviano” (2017).